A vida de quem está lá no alto

Loading...

Construção da ISS

Loading...

sexta-feira, 23 de maio de 2008

Dinheiro inútil é FIXE!

video

Vídeo 3: Make it Rain - Fat Joe

É esta a atitude que constantemente tomamos, é esta atitude de "bestas mascaradas em bestiais" que alimenta o desnecessário, o luxo, o exagero.

Não larguem a ignorância e não ajam aqui e agora estabelecendo prioridades viáveis e reais, de modo a resolver problemas que realmente existam.

Apenas, vejam, parem, pensem e concluam, vão ver que temos razão.

Nada mais a mostrar.

O Vazio Humano

Falamos em 64 biliões de Euros não foi?
Ora pois bem...

É da nossa opinião que esses 64 biliões de Euros seriam mais bem canalizados para outras causas nobres. O nosso planeta perneta está repleto de problemas e crises humanitárias e, nós , Humanos, vamos gastar dinheiro fora dele. Estupidez não?

Numa pequena comparação (tão estúpida com esta situação em que estamos), imagine-se um carro, um Fiat Panda, uma metáfora deste mundo miserável, que certo dia estragou a sua pintura. Com muito azar no dia seguinte, estragou-se o motor, impossibilitando o carro de andar.

O que se arranjaria primeiro? A pintura ou o motor?

Pois, parece que no nosso mundo se arranjaria primeiro a pintura. Enfim...
Isto tudo para dizer que se existem problemas aqui e agora, estes têm de ser resolvidos imediatamente, pois os mesmos comprometem o nosso avanço em direcção ao longínquo horizonte do progresso.

Vamos la ver, estamos a investir em algo que nunca vimos, reparem lá...

video
Vídeo 1 - "Que coisa mais linda, mais cheia de graça"

Tudo estes biliões de Euros resumem-se, aos nossos olhos, a um simples ponto branco, não mais brilhante que uma lâmpada comprada no bazar de Vialonga por 0,50 €.

Isto, quando vemos, dia a dia, hora a hora, segundo a segundo, a miséria Humana ao rubro. Constatamos às claras uma visão do inferno de Dante, todas estas imagens são nos familiares:

video
Vídeo 2 - O fim dos tempos

Será que este todo dinheiro transformaria lágrimas em sorrisos, escombros em edificações, morte em vida?

Nós já escolhemos a nossa resposta.

Escolham a vossa se fazem favor.

terça-feira, 20 de maio de 2008

Puff, que ridículo!

Para terem uma melhor noção do quão rídiculo é a quantidade de dinheiro gasto, na nossa opinião, inutilmente, para a "marota", viemos mostrar a quantidade de € que um gigantesco país, super desenvolvido como o nosso lindo e belo Portugal gasta anualmente nas super despesas, visando a sua super saída da cauda da Europa.



Legenda: Limpem-no bem, hã!

No campo da dívida bruta da admnistração pública é estimado que Portugal gaste em 2008 108,395,000,000€. Parece-vos muito? Bem, mais de metade dessa divida podia ser paga com o dinheiro da construção da Estação Espacial Internacional. O que é que isso quer dizer? Quer dizer que os impostos baixariam, que o nosso super país deixaria de estar na super cauda da Europa e que nós cidadãos pouco endinheirados passariamos a ser verdadeiros super-heróis de uma super potência em super rápido desenvolvimento. Soa bem, não? A nós também.


Legenda: Em busca da Glóriaaaa!

Falando a sério, quem gostaria de viver melhor ponha o dedo no ar...


EU!
Fontes: INE, Wikipédia

sexta-feira, 9 de maio de 2008

Custos!


64 BILIÕES DE EUROS

quarta-feira, 30 de abril de 2008

E nós? Hum, Hum?

- Contribuição dos países para a Estação Espacial Internacional

Se virem Portugal avisem-nos, sim?

Tanto quanto sabemos, Portugal tem uma astronómica participação no controlo das temperaturas das experiências efectuadas lá em cima.

Portanto, a Europa que acima se frisa, não será a Europa toda, pois se fosse, seria escusado frisar também o nome de países como a Rússia e a Itália.

Onde se lê Europa, leia-se antes "Países imponentes e desenvolvidos da Europa, tirando a Rússia e a Itália, que já estão enunciados. Ah! E Portugal também!"
Fonte: Sic

terça-feira, 29 de abril de 2008

Esperanças

A I.S.S. não é apenas mais um projecto, é um gigantesco projecto que inclui a participação de variados países de todo o Mundo, e por ter tamanhas proporções é grande demais para caber no horizonte de uma só nação. A I.S.S. vai ficar a orbitar pela Terra durante mais alguns anos e durante esse período vai ser possível estudar os efeitos da microgravidade em humanos, assim como em variados processos químicos, físicos e biológicos. De todos estes estudos esperam-se vários avanços em campos como a medicina, industria de materiais e noutras áreas práticas. Um dos estudos em que se depositam algumas esperanças é na área da combustão, espera-se que se consiga compreender melhor a dinâmica de combustão e consequentemente melhorar as reacções desta natureza, aumentando a sua eficiência.

Porque razão é tão necessário saber como as condições diferentes das que temos na Terra influenciam o corpo humano?



Se queremos “conquistar” o Sistema Solar, as viagens que serão necessárias fazer serão muito longas e em primeiro lugar precisamos de saber se nós, humanos, conseguimos sobreviver antes de nos mandarmos de cabeça. Um dos medos deste mandar de cabeça são os efeitos que a microgravidade crê-se que tem, entre eles a perda de ossos, atrofio muscular e mudanças no sistema nervoso. Estes efeitos estão a ser estudados a bordo da I.S.S.. A não existência de gravidade tem muitas potencialidades e duas dignas de menção são as melhorias de técnicas para fazer crescer tecidos celulares e para combater vírus como a HIV.

terça-feira, 8 de abril de 2008

Os Pedaços do Nada

De modo a levar a cabo, as suas pretensas utilidades, funcionalidades e, finalmente, vantagens este colossal espacial, padece da soberba económica, que nos é transparecida pelo módulos lançados, cujo os custos rondam o incontável, aos olhos dos "Zés e Marias Povinhos".

Portanto, a Estação Espacial Internacional, é incorporada por variados módulos, os quais têm funções bastante especificas.

Eis para onde o dinheiro voa (não que seja mau é claro!) :

Zarya (FGB)- A Zarya foi o primeiro módulo a ser lançado para o espaço, produto de tecnologia russo, tem como função o armazenamento de energia eléctrica proveniente do sol.
Unity (Node 1) - A Unity é o módulo que sustenta os recursos essenciais da estação, serve também como elemento de passagem dos astronautas para chegarem a outras zonas da E.E.I.
Zvezda (Service Module) -Este módulo é um módulo de serviço. É, também, a principal área de residência, sistemas de manutenção do ambiente, controle de posicionamento e órbita além de ser ponto de docagem.
Destiny (US Laboratory)- O módulo principal de apoio científico a E.E.I., possui, também, sistemas para a área de residência e ambiente.

Quest (Joint Airlock) - O Quest é o módulo principal embarcadouro da E.E.I., o qual permite as caminhadas espaciais.
Pirs (Docking Compartment)- O módulo Pirs serve basicamente para a docagem de naves espaciais , tem, também, a função de armazenar os fatos espaciais.
Harmony (Node 2) - O Harmony é, por assim dizendo, o elo de ligação entre os módulos. Cede electricidade à estação, e possui computadores que dão apoio logístico, durante s voos espaciais.
Columbus (European Laboratory) -Columbus, principal módulo de equipamentos laboratoriais que contem uma plataforma usada para experiências.
Experiment Logistic Module (JEM-ELM) -Parte do laboratório de pesquisas japonês Kibō. É a área de armazenamento e utilidades do laboratório.






Acha a construção da Estação Espacial Internacional um investimento vantajoso para a sociedade?